20
Dez 07

A 49ª edição da Volta à cidade do Funchal, que vai decorrer a 28 de Dezembro, tem confirmadas as participações de uma série de atletas portugueses e estrangeiros de renome mundial, numa prova de seis quilómetros que deve atingir os 1.200 participantes.

Rui Silva (Sporting), campeão do Mundo e da Europa de 1.500 metros em pista coberta em 2001 e 2002, respectivamente, medalha de bronze olímpico em 2004 e vencedor da Volta ao Funchal em seis ocasiões, é uma das presenças portuguesas em destaque.

Pedro Ribeiro e Tiago Rodrigues, ambos do FC Porto, e de Manuel Damião, do Maratona, também vão participar na prova.
Do Quénia, vêm Peter Kamais, segundo classificado nos 15 km de Nova Iorque 2007 e segundo nas duas últimas edições desta prova, Kiprono Menjo e o jovem promissor Edwin Kipkorir. Da Rússia, Youri Abramov, primeiro classificado na Volta a Paranhos 2007, também já confirmou a sua presença.
No sector feminino, o destaque vai Fernanda Ribeiro (Valência), ouro olímpico nos 10 mil metros em 1996 e 2000 e vencedora de cinco edições da Volta à cidade do Funchal. Jéssica Augusto (Maratona), bi-campeã nacional de corta-mato, foi a última vencedora da prova e também já confirmou a presença na corrida.
Ercília Machado e Filomena Costa, do Sporting de Braga, Mónica Rosa, do Maratona, e Ana Dias, da Casa do Benfica de Faro, completam a lista de candidatas ao pódio.
Do estrangeiro, vão estar, entre outras, a queniana Eunice Jepkorir, bronze nos 3.000 metros dos Mundiais de 2007, Karolina Jarzyuska, campeã da Polónia em corta-mato em 2005 e 2006, e a letã Daniela Fecere, primeira nos 5.000 metros da Taça da Europa 2007.

Texto da autoria integral de «A Bola»

publicado por Alberto Pita às 21:39

18
Dez 07

A Madeira irá receber fundos comunitários na ordem dos 735 milhões de euros entre 2007-2013, o que representa uma redução de 26% em relação ao quadro comunitário anterior, disse o secretário regional das Finanças madeirense.
Ventura Garcês falava no Funchal, à margem da sessão pública de apresentação oficial dos Programas Operacionais da Região Autónoma da Madeira para os próximos anos, cuja organização é da responsabilidade do Instituto de Desenvolvimento Regional.

O governante enunciou que os apoios serão divididos por vários programas, o Fundo de Coesão (100 milhões de euros), Feder (320 milhões), Fundo Social Europeu (125 milhões), Feader (175 milhões), IFOP (10 milhões) e Cooperação Territorial (5 milhões).

«Conforme está previsto no Plano de Desenvolvimento Económico e Social da RAM, vamos apostar num novo ciclo económico para a Madeira e as verbas serão aplicadas na qualificação das pessoas, na modernização do tecido empresarial, na sociedade do conhecimento e na inovação», adiantou.

«Todas estas são áreas estratégicas para manter a região num patamar de desenvolvimento e crescimento económico e social de forma mais sustentável», realçou.

Ventura Garcês salientou que com base nos critérios da União Europeia, com base a média do PIB per capita, a Madeira já ultrapassou o patamar dos 2,75%, deixou de ser região de Objectivo 1 e «está sujeita às regras comunitárias», pelo que os fundos foram agora reduzidos.

«Esperemos que a UE continue a apoiar as regiões ultraperiféricas, se não for esta questão do PIB para determinar a atribuição de fundos, sejam outras, como por exemplo a dimensão, que representa custos acrescidos por ser um território mais pequeno e de mercado exíguo», defendeu.

O secretário regional das Finanças salientou ainda que a Madeira fica duplamente penalizada porque «vem também menos dinheiro do Estado português».

«O Governo da República prometeu à população que iria contemplar verbas para salvaguardar esta perda de fundos, só que tal não aconteceu e a Lei das Finanças Regionais implicou mais um corte de transferências paras as regiões autonónomas», destacou.

Ventura Garcês defendeu ainda a redução do IVA em todo o território nacional, visto que «muitas empresas e muito consumo em vez de ser feito em Portugal é feito em Espanha, que tem uma taxa muito mais baixa».

«É uma situação que Portugal deve rever», sustentou, acrescentando que se «simultaneamente a Madeira reduzir o valor para 35% irá ao encontro das reivindicações dos empresários da região no sentido de tornar o arquipélago mais competitivo», disse.

Para o governante, essa medida permitiria «aumentar o consumo e a região poderia arrecadar mais receita. Se a Madeira for competitiva a nível internacional, com a diminuição da taxa do IVA, naturalmente, será mais atractiva para empresas internacionais virem e desenvolverem as suas actividades neste território».

Fonte: Texto da autoria integral de Diário Digital/Lusa

publicado por Alberto Pita às 19:57

17
Dez 07

O madeirense Cristiano Ronaldo ficou em terceiro lugar na escolha do Jogador da Fifa 2007. Era bem visivel o descontentamento do internacional português hoje, logo após a divulgação do resultado, que deu a vitória a Kaká e o segundo lugar a Messi.

publicado por Alberto Pita às 23:30

A estilista Fátima Lopes inaugurou hoje na capital da Madeira uma loja de merchandising alusiva ao evento «Funchal 500 Anos» que se comemora em 2008.

T-shirts, esferográficas, gangas, peluches, porta-chaves, carteiras e a mascote «Funchalinho», entre outros objectos, formam o conjunto de objectos concebidos por Fátima Lopes.
Na inauguração da loja, Fátima Lopes disse esperar «corresponder àquilo que os madeirenses esperam das comemorações dos 500 anos relativamente ao merchandising».

publicado por Alberto Pita às 22:09

O Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros da Madeira (SRPCBM) desaconselha, em comunicado hoje divulgado, os percursos auto e apeados nas zonas montanhosas devido à previsão de fortes ventos com rajadas que poderão atingir os 100 quilómetros/horários.

«De acordo com informação do Instituto de Meteorologia - diz o comunicado - prevê-se, a partir das 20.00 horas de hoje e até ao início da noite de amanhã (terça-feira), vento que soprará moderado a forte e, nas zonas montanhosas, forte a muito forte, com rajadas que poderão atingir os 100 quilómetros/horários».

«Igualmente, a partir das 22.00 horas até às 06:00 horas de amanhã, prevê-se precipitação por vezes forte e ocorrências de trovada», adianta ainda o comunicado.

O SRPCBM recomenda, por isso, a «tomada das necessárias e habituais medidas de precaução e, particularmente, desaconselha os percursos auto e apeados, sobretudo nas zonas montanhosas e vertentes expostas».

Estas condições atmosféricas não se fazem, contudo, ainda sentir na Região.

Fonte: Diário Digital / Lusa

publicado por Alberto Pita às 22:03

O Jornal da Madeira noticia hoje que «o Funchal poderá vir a ter um sistema de videovigilância em algumas ruas da baixa da cidade com vista a regular o tráfego mas também a combater a criminalidade».
De acordo com o mesmo matutino, «os níveis de criminalidade registados nesta cidade não justificam, no entendimento político do vice-presidente da Câmara Municipal do Funchal, que seja criado um sistema com o propósito exclusivo ou principal de controlar eventuais criminosos e registar futuros crimes nas ruas do Funchal, mas Bruno Pereira admite um sistema de regulação de tráfego automóvel que permita ter várias valências, entre as quais o controlo da criminalidade».

publicado por Alberto Pita às 21:52

O Jornal da Madeira confirma hoje que o fluxo de turistas para a Madeira, até ao final do corrente ano, irá ultrapassar um milhão de pessoas.

A secretária regional do Turismo e Transportes estima até que este seja o melhor ano da última década em termos de entradas de turistas, quer por via aérea, quer por via marítima.

Durante a inauguração do novo sistema RAPID - Reconhecimento Automático de Passageiros Identificados Documentalmente no Aeroporto Internacional da Madeira, Conceição Estudante disse ainda que «até ao final do ano vamos ultrapassar largamente um milhão de visitantes» na Madeira e os 12 milhões no país.

Com este indicador, o secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade, realçou, por seu turno, que «pela primeira vez  Portugal arrecadar este ano 7 mil milhões de euros de receitas turísticas», razão pela qual considera que este «será um ano notável no turismo português».
Fonte: Jornal da Madeira

publicado por Alberto Pita às 21:19

16
Dez 07

O bispo do Funchal faz um balanço positivo aos primeiros seis meses à frente da Igreja na Madeira.

«O balanço, da minha parte, é muito positivo porque penso que não podia ter feito mais do que aquilo que fiz», escreve o DN-Funchal, citando D. António Carrilho.
À margem de um encontro de reflexão, promovido na Quinta das Rodas pela Associação Católica dos Enfermeiros e Profissionais de Saúde, D. António Carrilho falou da quadra que se atravessa, «tempo de preparação» para o Natal.
«Penso que, cada vez mais, temos de ter um Natal que nos ajude a ter um compromisso com Cristo e com a sociedade», frisou, apelando à preparação que o Advento contempla.

Fonte: Diário de Notícias

publicado por Alberto Pita às 20:18

15
Dez 07

O famoso arquitecto Oscar Niemeyer, um dos responsáveis pela projecção da capital brasileira, Brasília, faz hoje 100 anos.

A única obra que projectou em Portugal está na Madeira. É o complexo hoteleiro do casino.

Seguem-se as imagens de Niemeyer e da sua obra na Madeira - o hotel Pestana Casino, uma unidade de cinco estrelas.

Oscar Niemeyer

Hotel e casino

publicado por Alberto Pita às 23:54

O líder do PSD/Madeira e presidente do governo regional, Alberto João Jardim, afirmou que a região está «perante uma guerra sem armas declarada pelo governo socialista da República».

Jardim falava no Funchal, no jantar de Natal do PSD/M, que segundo a organização reuniu cerca de 1.500 pessoas.

Numa curta intervenção, o presidente madeirense apelou à firmeza dos militantes do partido para ajudarem os portugueses que queiram alterar o regime de Lisboa.

«Apesar das dificuldades que nos moveram, agora que vamos entrar no novo ano, estamos perante uma guerra sem armas que nos foi declarada pelo governo socialista da República Portuguesa, vamos com força e ânimo», disse.

«Vamos enfrentar as dificuldades sem ilusões mas firmes. Não nos deixamos subjugar», disse Jardim, acrescentando que o próximo ano representa «novos tempos, novas conquistas e novos desafios».

Fonte: Texto da autoria de Agência Lusa

publicado por Alberto Pita às 23:52

pesquisar neste blog
 
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12

19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
subscrever feeds