19
Dez 08

 

O Bispo do Funchal, D. António Carrilho, presidiu ontem ao acto jurídico de conclusão da fase diocesana e envio para Roma dos autos do processo sobre a vida, as virtudes e a fama de santidade da Serva de Deus, a Irmã Maria do Monte (1897-1963). 

«Ainda que, neste acto, não se trate de uma beatificação ou canonização, ou abertura ao culto, é certamente com os olhos da fé que vemos na Irmã Maria do Monte, na sua vida e no seu testemunho, como religiosa, diante da sua comunidade, diante das doentes, da família, na íntima amizade com Deus, na dor e no sofrimento, um grande modelo de vida cristã para todos nós«, referiu o prelado.

A religiosa é a primeira portuguesa da Congregação das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus para quem se iniciou um processo do género, mas outra religiosa hospitaleira madeirense deverá seguir o mesmo caminho, a Irmã Dulcina de Jesus Pereira, natural da Ponta do Pargo. A notícia foi confirmada ao Jornal da Madeira pela Ir.ª Maria do Sameiro, vice-postuladora da Causa da Irmã Maria do Monte.

Fonte: Agência Ecclesia

 

publicado por Alberto Pita às 23:39

pesquisar neste blog
 
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

16
20

21
23
24

28
30


mais sobre mim
subscrever feeds