17
Set 08

A Madeira e Portugal Continental sobressaíram neste Verão pelos crescimentos em 58,2% e em 25,1%, respectivamente, muito acima da média de evolução da procura de viagens de médio curso, que foi de 7,5%, conforme balanço provisório da CETO, associação dos tour operadores franceses.
Embora sem atingir ainda o Top12 dos destinos turísticos mais vendidos pelos operadores turísticos franceses, a Madeira é mesmo, entre os destinos especificados na informação do CETO, o que tem a maior taxa de crescimento das vendas no período de 1 de Maio a 31 de Outubro.
Já na edição do barómetro do CETO, relativo a Julho, a Madeira era um dos destinos em evidência pelo crescimento da procura.

O CETO, que reúne mais de 70 profissionais, entre eles os maiores do País, indica a Tunísia como o destino internacional mais procurado, com 326.163 clientes, mais 17,3% que no ano passado, que o distancia do nº 2, Marrocos, que teve uma quebra em 6%, para 189.089.
A Turquia sobe ao 3º lugar, por um aumento em 27%, para 133.927 clientes, e a Espanha Continental fica em 4º, com 116.977, em alta de 8,4%.
Creta e Rhodes surgem na quinta posição, com 96,735 (+5,7%) e seguem-se Baleares, com 85.942 (+5,9%), Grécia Continental, com 80.785 (-5,5%), e Itália Continental, com 77.018 (-9,7%).
O Egipto foi o destino internacional no Top12 com maior crescimento, em 36%, para 75.350, e depois vem a Croácia, com 54.794 (+7,9%).
As últimas duas posições são ocupadas por Estados Unidos e Canadá, que já são destinos com voos de longa distância, ambos com crescimentos a dois dígitos, respectivamente em 19,3%, para 53.883, e em 13,9%, para 46.078.
A informação destaca ainda, sem especificar o número de passageiros, as evoluções da procura para alguns destinos, dois deles em queda, a República Dominicana (-8,5%) e as Antilhas Francesas (-34,5%), e quatro em alta, a Madeira (+58,2%), Maurícias (+50,3%), Canárias (+30,2%) e Portugal Continental (+25,1%).
A informação do CETO indica que o aumento médio da compra de pacotes turísticos no período em análise foi de 5,4%, para 2.275.662, e o crescimento nos “voos secos” (venda apenas da passagem aéreas sem as outras componentes do pacote turísticos, designadamente o alojamento e transferes) foi em 9,9%, para 1.030.553.
O turismo interno manteve-se o mais forte em número de pacotes turísticos, com 414.322, mas com um crescimento inferior à média (+1,8%).
No turismo internacional, a procura de pacotes turísticos para destinos de médio curso aumentou em 7,5%, para 1.527.508 clientes, e nos destinos de longo curso o aumento foi em 0,5%, para 333.832 clientes.
Fonte: Texto da autoria integral da PressTur

publicado por Alberto Pita às 23:37

pesquisar neste blog
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


25
26



mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores