22
Set 08

O presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, qualificou ontem o secretário-geral do PS e primeiro-ministro de Portugal, José Sócrates, de «pessoa sem vergonha» e «mentiroso» quando aludiu à falta de democracia na Madeira no comício de sábado em Guimarães.

«Sei que há quem se queixe da democracia. Queixam-se da democracia no continente e nos Açores, mas não se queixam na Madeira. Estranho entendimento da democracia, que parece só funcionar quando esse partido está no poder», afirmou José Sócrates no comício de sábado em Guimarães, destinado a assinalar o início do novo ano político para os socialistas.

Fonte: RTP

publicado por Alberto Pita às 23:57

pesquisar neste blog
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


25
26



mais sobre mim