29
Set 08

O presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, foi hoje condenado pelo Tribunal Judicial do Funchal a pagar uma indemnização de 20 mil euros à eurodeputada Edite Estrela.

Os factos remontam a Abril de 2004, por ocasião das eleições para o Parlamento Europeu, quando numa visita em campanha eleitoral à Madeira, Edite Estrela terá afirmado que a política do Governo Regional era de «betão» e que «esquecia as pessoas».

A esta crítica, o presidente do Governo Regional ripostou dizendo que se tratava de «uma peixarada».

O Tribunal considerou que o governante madeirense «excedeu na crítica política» e condenou Alberto João Jardim a uma indemnização a título de danos pessoais de 20 mil euros.

O presidente do Governo Regional, à margem da inauguração da praia artificial de areia amarela em Machico, um investimento de três milhões de euros, revelou à comunicação social que vai recorrer da sentença: «vou recorrer da decisão».

«Quando se trata de membros do governo regional que são injuriados ou difamados a indemnização é mil, dois ou cinco mil euros quando é ao contrário não bate certo», disse.

«Como recorri desta decisão de um Tribunal da República na cidade do Funchal obviamente não vou comentar da decisão», finalizou.

Fonte: Texto das autoria integral da Agência Lusa

publicado por Alberto Pita às 16:57

pesquisar neste blog
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


25
26



mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores