03
Dez 08

Entre 30 e 40 por cento dos professores na Madeira aderiram hoje à greve convocada para contestar o modelo de avaliação, apesar de o sistema ter sido suspenso na região por decisão do Governo Regional.

A presidente do Sindicato dos Professores da Madeira, Marília Azevedo, disse à Lusa que a adesão global à greve nacional dos professores atingiu, no turno desta manhã, os 40 por cento na Região Autónoma da Madeira.

De acordo com a sindicalista, a «maior adesão ocorreu nos ensinos pré-escolar e 1º ciclo, com 61 por cento, sendo de 31 por cento no 3º ciclo e secundário».

Os números não diferem substancialmente dos fornecidos à Lusa pelo director Regional da Administração Educativa, Jorge Morgado, que falou em 29,7 por cento de adesão global à paralisação e revelou que a greve encerrou um total de 26 estabelecimentos de ensino, número confirmado por Marília Azevedo.

Fonte: Agência Lusa

publicado por Alberto Pita às 23:29

pesquisar neste blog
 
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

16
20

21
23
24

28
30


mais sobre mim