06
Fev 09

A Polícia Judiciária, apoiada pela Interpol, deteve na Madeira um homem de 29 anos, sob o qual impendia um mandato de captura internacional proveniente das autoridades judiciárias venezuelanas.

O indivíduo detido na quarta-feira passada, fora do concelho do Funchal, é suspeito de ter cometido actos ilícitos "com alguma gravidade", mas o coordenador da PJ no Funchal não quis adiantar pormenores acerca da natureza do crime - segundo avança o Expresso online, que também diz  "trata-se de um crime com alguma dimensão para justificar o pedido de um mandato de detenção internacional, e para estar inserido nas difusões da Interpol".

O homem de origem venezuelana foi presente ao Tribunal da Relação de Lisboa, ficando a aguardar em prisão preventiva, o desenvolvimento do processo, que poderá ter três desfechos possíveis. Um passa pela extradição do indivíduo para o país que emitiu o mandato de captura, o outro pela transferências de processos para as autoridades portuguesas. O terceiro cenário é a transferência do cumprimento das sanções para o ordenamento judicial português.

Em 2008 foram cumpridos na Madeira três mandatos de detenção, sendo dois de âmbito europeu e um internacional, a pedido das autoridades judiciárias brasileiras. Neste último caso tratou-se de um indivíduo que era procurado no Brasil por burla e falsificação de documentos, disse o coordenador da PJ no Funchal.

Fonte: Expresso

publicado por Alberto Pita às 22:57

pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

18
20

23
24
28


mais sobre mim