13
Fev 09

A Câmara Municipal do Funchal aprovou hoje o licenciamento do contrato de construção do novo Hotel Savoy, apenas com os votos favoráveis da maioria PSD e a abstenção de toda a oposição.

É este hotel que agora será demolido para lugar ao novo Savoy

Com esta aprovação, o grupo SIET-Savoy, liderado pelos empresários Joe Berardo e Horácio Roque, poderá demolir o "velho" Hotel Savoy e construir um novo, com um índice de volumetria superior e com mais três andares, ficando com um total de 16 pisos.
A aprovação deste investimento, avaliado em 170 milhões de euros, só foi possível porque a Câmara Municipal elaborou para a zona o Plano de Urbanização do Infante, que vai permitir a construção do Hotel Savoy, com um índice de construção de 3.0.
O processo foi alvo de alguma polémica quando o grupo SITEI, liderado por Joe Berardo, apresentou uma proposta para demolição do actual Hotel Savoy e do contíguo Hotel Santa Isabel, para construção de um novo Hotel Savoy, num total de edificação de 65 mil metros quadrados, facto que levantou fortes críticas da oposição, designadamente do PS e do CDS, que acusaram a autarquia de "favorecer interesses privados".
Este novo empreendimento compreende o aumento de 13 para 16 andares e, numa primeira fase, englobaria, como áreas construtivas, os 26 mil metros quadrados de terreno do Hotel, compreendendo o Santa Maria e a área do Jardim Imperatriz Dona Amélia, sua propriedade, o que provocaria que o seu índice de construção fosse de 2.47.
Fonte: JM/Lusa

publicado por Alberto Pita às 23:55

pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

18
20

23
24
28


mais sobre mim