18
Abr 09

A Assembleia Legislativa da Madeira vai suscitar a inconstitucionalidade da lei do pluralismo e da não concentração dos meios de comunicação social aprovada quarta-feira na Assembleia da República por não ter sido consultada sobre a mesma, refere a Lusa.

 

O deputado à Assembleia da República e porta-voz da reunião de sexta-feira à noite da Comissão Política Regional do PSD-M, Correia de Jesus, revelou que este órgão do partido analisou a lei do pluralismo e da não concentração dos meios de comunicação social aprovada quarta-feira apenas pelos deputados do PS no seguimento de algumas alterações introduzidas depois do veto, a 3 de Março, do Presidente da República.

publicado por Alberto Pita às 21:47

pesquisar neste blog
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

15

19
20

27
28
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores