02
Mai 09

Alberto João Jardim gastou, em 2008, mais de meio milhão de euros em viagens classificadas de secretas. Os dados constam da auditoria feita pelo Tribunal de Contas à presidência do Governo Regional da Madeira.

No relatório, o Tribunal de Contas lembra que este procedimento deve ser usado em casos excepcionais, até porque envolve medidas especiais de segurança, avança a «Rádio Renascença».

No entanto, no contraditório, Jardim invoca a necessidade de acelerar o processo, razão indicada também para justificar o facto de todas as viagens serem adquiridas por ajuste directo a uma única agência de turismo.

Baltazar Aguiar, dirigente do Partido da Nova Democracia e antigo deputado do Parlamento regional, considera que, se não der explicações convincentes para tanto secretismo, a honestidade de Jardim ficará sob suspeita, como já acontece com vários outros membros do seu Governo.

Da parte do PCP, Edgar Silva critica, sobretudo, o montante gasto em viagens, quando se invoca a falta de verbas para o apoio social aos mais desfavorecidos. O PCP já pediu a presença de Alberto João Jardim no Parlamento regional para que este justifique as viagens.

Fonte: IOL

 

 

publicado por Alberto Pita às 17:35

pesquisar neste blog
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
16

20

25
26
29

31


mais sobre mim