23
Mai 09

O recém-inaugurado Pestana Promenade, no Funchal, representa o culminar do acordo celebrado entre o Grupo Pestana e o Governo Regional da Madeira , envolvendo investimentos hoteleiros de 150 milhões de euros num prazo de cinco anos.

A construção do Pestana Grand, do Pestana Porto Santo e a remodelação do casino da Madeira também fizeram parte deste pacote de contrapartidas. "E até ao final de 2011, espero ainda inaugurar mais um hotel seu", referiu Alberto João Jardim, presidente do Governo Regional da Madeira, a Dionísio Pestana, empresário do grupo hoteleiro, durante a inauguração do novo hotel do Funchal.

O Pestana Promenade é o 10º hotel do Grupo Pestana na cidade e envolveu investimentos globais de 31 milhões de euros. Todos os seus 237 quartos têm vista para o mar e o peso do "time-sharing" na operação é outro dos seus trunfos.

"Não fazemos projectos faraónicos. O rigor do orçamento é a regra da casa e a lei Pestana", frisa José Teotónio, administrador do Grupo Pestana, referindo que este novo investimento surge numa altura "em que fomos apanhados pela presente crise" e que "as perspectivas são negativas para o ano inteiro". Mas "importa não ficar paralisado ou entrar em pânico, e prepararmo-nos para as oportunidades que os climas pós-crise sempre oferecem".

A Madeira, onde o Grupo Pestana em 2009 completa 37 anos de presença hoteleira, assegura 30% dos lucros operacionais do grupo, cifrados em 17 milhões de euros no exercício anterior. " Tivemos o melhor ano de sempre na Madeira em 2008, e só a partir de Novembro se começaram a sentir os efeitos da crise internacional", salienta Luigi Valle, administrador do Grupo Pestana. E adianta, que de Janeiro a Abril, houve quebras de receitas da ordem dos 20% nos hotéis do Grupo na Madeira.

"O que mais penaliza a Madeira tem sido o mercado inglês, por força da desvalorização da libra", faz notar Luigi Valle. No novo hotel Pestana Promenade, o peso relevante do "time-sharing" é uma ajuda preciosa à rentabilidade da operação, sobretudo nestes tempos difíceis.

Texto do jornal expresso

publicado por Alberto Pita às 17:04

pesquisar neste blog
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
16

20

25
26
29

31


mais sobre mim