06
Set 09
O governo regional atribuiu, na sua reunião da última sexta-feira, o nome de Rui Vieira ao Jardim Botânico da Madeira, de que foi fundador em 1960, em reconhecimento pela sua dedicação à causa pública e à investigação científica.
Falecido há uma semana, com 83 anos de idade, o engenheiro agrónomo Rui Vieira foi o último presidente da Junta Geral da Madeira, estrutura administrativa extinta depois do 25 de Abril, e integrou a Junta Governativa que procedeu à instalação dos primeiros órgãos de governo próprio desta região autónoma, resultantes de eleições.
Membro de várias associações filantrópicas, culturais, científicas e agrárias, nacionais e internacionais, foi ainda deputado da ANP à Assembleia Nacional (1965/69) e, como independente eleito pelo CDS, ao Parlamento Europeu (1995/96).
publicado por Alberto Pita às 22:31

pesquisar neste blog
 
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

15

21
26

28
30


mais sobre mim