23
Set 09

Alberto João Jardim criticou hoje a “ignorância” do primeiro-ministro nas declarações que fez nos Açores para “justificar os ataques à Madeira”, acusando-o de querer criar divisões entre madeirenses e açorianos.

Em comunicado distribuído no Funchal pelo PSD/M, Jardim diz que “o primeiro-ministro socialista, Sócrates, voltou a demonstrar a sua ignorância, em intervenções proferidas nos Açores, e, sobretudo, a obsessão de que enferma contra a Madeira e o seu povo”.

Para “justificar o injustificável dos ataques à Madeira e aos madeirenses, via instrumentalização político-partidária do Estado, alegou o critério do número de ilhas e distâncias”, pois “ignora que a densidade populacional do arquipélago da Madeira é três vezes a dos Açores”, acrescentou Jardim.

O dirigente da Madeira sustentou que José Sócrates desconhece que “a orografia do arquipélago madeirense, apenas com um terço do território habitável, tem assim de importar mais de oitenta por cento do que consome e, também em consequência, sendo mais cara a construção das infra-estruturas necessárias”.

publicado por Alberto Pita às 22:34

pesquisar neste blog
 
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

15

21
26

28
30


mais sobre mim