12
Abr 10

Quase dois meses depois do temporal que atingiu a Madeira, a 20 de Fevereiro, o líder do PCP, Jerónimo de Sousa, visitou as zonas afectadas pelas enxurradas.

 Num dia de chuva, o deputado comunista ouviu queixas de populares, que disseram ainda não ter recebido ajuda. «Estou a dormir em casas de vizinhos com o meu filho», disse uma mulher atingida pela intempérie. «Precisava de uma casa quanto antes».

Jerónimo de Sousa apelou à rapidez do apoio a quem ainda se encontra numa situação precária nas zonas interiores da Madeira. «Senão cria-se aqui um sentimento de injustiça e desigualdade», avisou, em declarações aos jornalistas.

publicado por Alberto Pita às 23:14

pesquisar neste blog
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
17

20
22

26
27
29
30


mais sobre mim