15
Jun 10

 

Ainda não foi desta que Cristiano Ronaldo marcou, mas atirou uma bola ao poste e jogou o suficiente para ser eleito o melhor em campo no jogo de estreia de Portugal, frente à Costa do Marfim. A partida terminou sem golos.

Num jogo muito intenso e complicado, a equipa nacional sentiu fortes dificuldades para impor o ritmo e para se aproximar com perigo da baliza da equipa africana.
A excepção, durante a primeira parte, foi um remate-bomba de Cristiano Ronaldo aos 11 minutos. A bola saiu forte e fora do alcance do guarda-redes, mas acabou por caprichosamente bater no poste e afastar-se da baliza.
Mais fortes fisicamente e debaixo de chuva intensa, os costa-marfinenses acabaram por ser, durante todo o resto da primeira parte, a equipa mais perigosa. Gervinho, ora pela esquerda ora pela direita, espalhava preocupação na defesa nacional, mas sempre sem forçar Eduardo a defesas apertadas.
Com Danny desinspirado e com os defesas laterais muito presos às acções defensivas, só na segunda-parte, com a entrada de Simão, Portugal conseguiu assumir o comando do jogo. Com o avançado do At. Madrid em campo a equipa nacional acercou-se mais vezes da baliza da Costa do Marfim.
Apesar da melhor resposta dada na segunda-parte, Portugal acabou o jogo debaixo de intensa pressão, com a Costa do Marfim à procura do golo.

Texto: Autoria do MaisFutebol e A Bola

publicado por Alberto Pita às 17:56

17
Mar 09

Nacional e Marítimo empataram na Madeira a uma bola no último encontro da 22.ª jornada da Liga.

O jogo ficou marcado pela lesão de Olegário Benquerença, que, aos 28 minutos, foi substituído por Marco Ferreira.

Antes, aos 20 minutos, o Nacional inaugurou o marcador por Juliano, numa altura em que o Marítimo comandava a partida.

Os homens de Carlos Carvalhal empataram aos 67 por Baba e, aos 73, começaram a jogar com mais um jogador devido a expulsão por acumulação de amarelos de Marcinho.

publicado por Alberto Pita às 00:44

02
Dez 08
Qual estrela de "rock" ou de cinema, Cristiano Ronaldo, um dos maiores futebolistas à escala planetária, 
move-se entre fãs que procuram um autógrafo a todo o custo, mas tem 
na família o principal pilar.
Fora dos relvados, onde é "rei", os "paparazzi" perseguem-no à 
procura da nova conquista amorosa, num currículo onde já passaram 
Merche Romero e Nereida - as únicas que Ronaldo oficializou e que 
mereceram a "bênção" da mãe Maria Dolores.
Ambas tiveram o privilégio de acompanhar o "craque" nas férias 
familiares, em faustosos iates, para gáudio das revistas cor-de-rosa 
mundiais que registaram os momentos mais íntimos dos "namorados".
Pelo clã Aveiro, Ronaldo faz tudo. À irmã mais nova, Kátia, 
proporcionou o sonho de se lançar no mundo das canções - adoptou o 
nome artístico de Ronalda -, e a Elma, a mais velha, montou uma loja 
na zona hoteleira do Funchal com a sua própria marca CR7.
O jovem de 23 anos, que tem no irmão Hugo e no ex-cunhado José 
Pereira os "braços-direitos", já presenteou também a família com 
várias moradias, no Funchal, terra Natal, e comprou um andar no 
Parque das Nações, onde a família se reúne amiúde, além da mansão 
inglesa nos arredores de Manchester.
Este ano, já inaugurou uma segunda loja com a sua marca CR7, no 
Parque das Nações, em Lisboa, que ficou a cargo da irmã Kátia.
São as irmãs, Kátia e Elma e a mãe, que vive entre dois países, 
Portugal e Inglaterra, que defendem o jogador nas revistas quando 
surge mais um "rumor desagradável" ou que dão o aval, ou não, às 
suas conquistas amorosas.
O jogador move-se num mundo de "glamour", sendo-lhe conhecido o 
fascínio por automóveis de topo de gama, roupa de marca e a 
organização de grandes festas na mansão inglesa.
E foi a distância da família que quase levou Cristiano Ronaldo a 
desistir da "aventura" pelo Continente, quando os sacrifícios eram 
maiores que os proveitos, e a abandonar o Sporting, clube que o 
projectou para o futebol internacional. 
Os primeiros tempos em Lisboa foram penosos para o jovem de 11 anos 
que se viu de repente longe da família. Com uma adaptação difícil à 
nova vida, por diversas vezes o craque pediu à mãe, Maria Dolores, 
para regressar à Madeira.
No entanto, os sacrifícios por que passou durante a sua carreira de 
cerca de seis anos como profissional ao mais alto nível valeram-lhe 
já diversos títulos e hoje foi agraciado com a Bola de Ouro.
Se no início do sonho futebolístico não tinha a família do seu lado, 
as coisas mudaram sobretudo após a morte do pai, Dinis Aveiro, a 06 
de Setembro de 2005, véspera do Rússia- Portugal.
Ronaldo entrou em campo e, apesar do jogo ter terminado empatado a 
zero golos, o jogador madeirense foi considerado o melhor em campo 
no Estádio Lokomotiv, em Moscovo, apesar do drama que vivia.
Os tempos seguintes foram duros, confessou, posteriormente, em 
entrevista. Durante cerca de três meses o mundo pareceu ruir à sua 
volta:
Foi interrogado, sob suspeita de participação na violação de duas 
raparigas em Inglaterra. Envolveu-se numa calorosa discussão com o 
companheiro de equipa holandês Ruud van Nistelroy e em Lisboa, no 
Estádio da Luz, esticou o dedo médio aos adeptos do Benfica, ao ser 
substituído no jogo da Liga dos Campeões, que terminou com a vitória 
dos "encarnados" por 2-1.
Apesar de toda a situação que vivia, Ronaldo esclareceu que "nunca 
esteve mesmo a desabar", sabia que era uma fase má e, para a 
ultrapassar, o apoio da família foi essencial.
Foi então que à volta do jovem craque se ergueu uma fortaleza 
familiar que hoje o acompanha para o bem e para o mal.
Depois de uma infância difícil, num ambiente familiar onde o 
dinheiro não imperava, Ronaldo passou para o extremo oposto quanto 
rubricou, em 2003, um contrato milionário com o Manchester United.
Fonte: Texto da autoria integral da Agência Lusa
publicado por Alberto Pita às 15:55

18
Set 08

O treinador Unai Emery e o "internacional" português Manuel Fernandes, do Valência, Espanha, manifestaram ontem o favoritismo espanhol face ao Marítimo na discussão da primeira eliminatória da Taça UEFA, cuja primeira mão se joga hoje, no Funchal.

Unai Emery chegou mesmo a afirmar que «um empate já seria bom resultado, pois há uma segunda partida em Valência», mas acrescentou que «a equipa vem à Madeira para vencer», durante uma conferência de imprensa que antecedeu o treino de adaptação ao relvado e à luz do Estádio dos Barreiros.

Fonte: O jogo

publicado por Alberto Pita às 18:50
tags:

11
Set 08
Já chegou ao Funchal a Bota de Ouro, que no próximo sábado será entregue ao madeirense Cristiano Ronaldo, por ter sido o melhor marcador europeu na última temporada. 
A cerimónia irá decorrer no hotel Savoy e o momento, segundo o Jornal da Madeira, irá reunir várias estrelas do futebol, nomeadamente Michel Platini, presidente da UEFA, e os antigos jogadores Eusébio e Fernando Gomes, também eles distinguidos no passado com este troféu.
O presidente da Federação Portuguesa Gilberto Madaíl e o presidente da Liga Hermínio Loureiro, são outras presenças asseguradas.

Fonte: JM

publicado por Alberto Pita às 21:29

12
Ago 08

O grupo financeiro a que está associado o futebolista madeirense Cristiano Ronaldo e Luís Figo já não deverá investir no Porto Santo, visto terem vendido o projecto hoteleiro e imobiliário previsto para a ilha.
O JM apurou junto de fonte conhecedora do processo que os investidores dos jogadores lusos terão elaborado um projecto que previa a construção de um resort e de um conjunto de moradias de luxo junto à praia, próximo do Colombo’s Resort, actualmente em construção.
O projecto que foi analisado e aprovado pela Câmara Municipal do Porto Santo, presidida por Roberto Silva, terá sido vendido a um grupo estrangeiro, desconhecendo-se a sua origem.
O negócio foi considerado em alguns sectores económicos da ilha como “desprestigiante” para o Porto Santo, visto o nome de Cristiano Ronaldo ter sido usado para eventual especulação imobiliária.
O presidente da ACIPS – Associação Comercial e Industrial do Porto Santo, António Castro, manifestou-se ontem crítico com o procedimento por parte do grupo financeiro britânico.
“Com a venda do projecto aprovado e com a saída do Cristiano Ronaldo do negócio, o Porto Santo perdeu uma oportunidade de usar a imagem de marca do jogador a quem deveria ter sido proposto uma pequena percentagem do mesmo”, lamentou António Castro.

Fonte: Texto da autoria integral do JM

publicado por Alberto Pita às 01:10

07
Ago 08
O madeirense Cristiano Ronaldo privilegiou a sua terra natal na hora de escolher o local onde lhe será entregue o troféu que é outorgado pela UEFA todos os anos ao melhor marcador dos campeonatos europeus.
O “craque” fez valer a permissa que lhe confere poder de escolha.
O local onde irá ter lugar a gala já foi escolhido, será na sala de congressos do Casino da Madeira. Quanto à data ainda não há confirmação, mas tudo indica que será no final deste mês.
publicado por Alberto Pita às 13:26

04
Ago 08

O Marítimo do Funchal perdeu, ontem, por 2-0, com o Desportivo da Corunha, num jogo amigável no Estádio Olímpico da Universidade Central da Venezuela, em Caracas, ao qual assistiram aproximadamente 5.000 pessoas.

 

 

Fonte: Expresso

Ficha do jogo:

Marítimo-Corunha 0-2,

Estádio: Olímpico da Universidade Central da Venezuela

Árbitro: Maiker Gómez (Venezuela)

Disciplina: Cartão amarelo para Riki (35 minutos), João Luiz (36) e Guardado (85).

Cartão Vermelho: Guardado (85) e Zé Gomes (88)

Golos: Riki (10 minutos) e Juan Rodriguez (40)

Desportivo de Corunha: Daniel, Manuel Pablo (cap.), Filipe, Lopo, Sérgio, Riki (Juaman, 65), Lafita (Omar Bravo, 45), Valerón (Andrés Guardado, 45), Juan Rodríguez, Zé Castro (Mista, 65), Pisku.

Treinador: Miguel Angel Lotina Oruechebarría

Marítimo: Marcos, Fernando Cardozo, Carlos Fernandes (Debray, 88), Bruno Fogaça (André Pinto, 45), Olberdam (cap.) (Marcinho, 45), Manu (Gonçalo, 67), Djalma (Moutinho, 67), João Luiz, Zé Gomes, João Guilherme, Sidney

Treinador: Lauri Sandry

publicado por Alberto Pita às 23:47

31
Jul 08

O Marítimo publicou hoje no “Diário de Notícias” e no “Jornal da Madeira” um edital para abertura de concurso para a obra de construção do novo estádio do clube, situado nas actuais instalações dos Barreiros.

O concurso público internacional refere-se à empreitada de construção do recinto desportivo “Arena Marítimo - Madeira”.

No edital, é revelado que o custo total da obra está estimado em 46,5 milhões de euros e terá um período de execução de 20 meses a contar da data da sua adjudicação.

O Marítimo, a entidade adjudicante, que está a contratar por conta do Governo Regional, estabeleceu o dia 17 de Outubro como data limite para a entrega de propostas.

Se tudo correr como delineado, o Estádio “Arena Marítimo - Madeira” deverá ser inaugurado no início da época 2010/2011, sendo ainda um dado importante o facto de a empreitada não inviabilizar a realização dos jogos de futebol durante o seu seguimento.

O projecto já deu entrada nos serviços da Câmara Municipal do Funchal e contempla acomodação para nove mil espectadores, sendo que o relvado e parte da pista serão as únicas estruturas existentes a serem preservadas.

A agência “Lusa” tentou contactar o presidente do Marítimo, Carlos Pereira, mas este adiou para mais tarde declarações sobre o assunto.

Com este anúncio, parecem, assim, ultrapassados as dificuldades jurídicas que pairavam sobre a legalidade da cedência do Estádio dos Barreiros ao Marítimo.

Fonte: Texto da Agência Lusa e Jornal O Jogo

publicado por Alberto Pita às 21:57

26
Jun 08

Os estádios onde a selecção nacional de sub-21 vai efectuar os dois últimos encontros da fase de qualificação do Euro´2009 foram já conhecidos.
O decisivo jogo em Inglaterra vai realizar-se no renovado estádio de Wembley, em Londres, a 5 de Setembro e no dia 9 Portugal recebe a Irlanda no estádio dos Barreiros, no Funchal.

 

publicado por Alberto Pita às 23:23

pesquisar neste blog
 
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim
subscrever feeds