08
Jul 08

O Governo Regional da Madeira vai investir 85 milhões de euros na construção de um terminal de gás natural liquefeito para produção de energia eléctrica e diminuir a dependência do fuelóleo, anunciou hoje o vice-presidente, João Cunha e Silva.

O terminal ficará situado na zona dos Socorridos e compreenderá uma plataforma (15.000 metros quadrados), um reservatório (20.000 metros cúbicos), bombas, compressores, vaporizadores, bóias de amarração, pipeline submarino e um cais de acostagem de 400 metros.

O seu objectivo prioritário é superar as metas da União Europeia definidas para 2020 – garantir que 20 por cento da energia provenha de fontes renováveis (a Madeira espera ultrapassar essa fasquia já em 2013 com 25,4 por cento); reduzir em 20 por cento as emissões de gases com efeito de estufa face a 1990 e aumentara eficiência energética em 20 por cento.

A Empresa de Electricidade da Madeira espera que em 2012, dos actuais cerca de 950 gigawats/hora (GWH), 337 sejam já derivados do gás natural e a meta é que essa correspondência seja, em 2032, de 275 GWH de fuelóleo contra 1.410 GWH.

Fonte: Dinheiro Digital

publicado por Alberto Pita às 22:15

29
Mai 08

O Conselho do Governo Regional da Madeira decidiu hoje um aumento salarial de 2,7 por cento para os trabalhadores da hotelaria, aprovando o Regulamento de Condições Mínimas para o sector da Indústria Hoteleira.

Fonte: Agência Lusa

publicado por Alberto Pita às 22:06

15
Mai 08

O secretário regional do Plano e Finanças do Governo da Madeira admitiu hoje recorrer à Alta Autoridade para a Concorrência devido ao preço dos combustíveis na Região Autónoma, «quase idênticos aos praticados no continente».

Ventura Garcês reagia assim ao facto de o Imposto sobre o Preço dos Combustíveis e o IVA, que são inferiores na Região face ao restante espaço nacional, «não estarem a ter reflexos no preço final pago pelo consumidor».

publicado por Alberto Pita às 20:46

09
Jan 08

Com base numa auditoria do Tribunal de Contas divulgada ontem, o Diário de Notícias de Lisboa escreve hoje que «o governo de Alberto João Jardim gastou em 2006 mais de 8,6 milhões de euros na aquisição de estudos, pareceres, projectos e consultoria».

Segundo mesmo matutino, «o relatório denuncia casos de ajuste directo, de prestação de serviços antes da respectiva autorização de cabimento orçamental e até à própria adjudicação».
No entender do Tribunal de Contas, a matéria de facto apurada é susceptível de tipificar «ilícitos geradores de responsabilidade financeira sancionatória, resultantes da inobservância das normas sobre a assunção, autorização e pagamento de compromissos», passível de «eventual imputação reitegratória, por indiciar a realização de pagamentos ilegais e indevidos» - revela o DN.

O jornal adianta ainda que o relatório segue para o Ministério Público.

publicado por Alberto Pita às 16:51

05
Nov 07
O Governo Regional da Madeira concedeu aval no valor de 125 milhões de euros a cinco Sociedades de Desenvolvimento constituídas exclusivamente por capitais públicos para financiar o seus planos de investimentos para 2007 e 2008.

As concessões de aval foram decididas no plenário do Governo Regional de 18 de Outubro passado e constam das Resoluções publicadas no Jornal Oficial da Região Autónoma da Madeira de 24 de Outubro.

Fonte: Expresso online

publicado por Alberto Pita às 20:47

pesquisar neste blog
 
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim