03
Dez 08

Entre 30 e 40 por cento dos professores na Madeira aderiram hoje à greve convocada para contestar o modelo de avaliação, apesar de o sistema ter sido suspenso na região por decisão do Governo Regional.

A presidente do Sindicato dos Professores da Madeira, Marília Azevedo, disse à Lusa que a adesão global à greve nacional dos professores atingiu, no turno desta manhã, os 40 por cento na Região Autónoma da Madeira.

De acordo com a sindicalista, a «maior adesão ocorreu nos ensinos pré-escolar e 1º ciclo, com 61 por cento, sendo de 31 por cento no 3º ciclo e secundário».

Os números não diferem substancialmente dos fornecidos à Lusa pelo director Regional da Administração Educativa, Jorge Morgado, que falou em 29,7 por cento de adesão global à paralisação e revelou que a greve encerrou um total de 26 estabelecimentos de ensino, número confirmado por Marília Azevedo.

Fonte: Agência Lusa

publicado por Alberto Pita às 23:29

16
Jul 08

As greves dos trabalhadores da Groundforce, empresa de assistência em terra a aviões e passageiros do grupo TAP, marcadas para hoje, entre as 15h00 e as 17h00, e sábado, de 24 horas, foram desconvocadas — anunciou a empresa, que afirma estar “assegurado o normal funcionamento” da sua operação nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Funchal e Porto Santo.
Fonte: PressTur

publicado por Alberto Pita às 22:28

14
Jul 08

O pessoal de assistência em terra tem prevista uma greve para o próximo sábado, que durará 24 horas. Já o pessoal de voo não irá parar, mas está “solidário” e não irá facilitar um dia que poderá ser o caos nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Funchal e Porto Santo.

publicado por Alberto Pita às 12:49

01
Jul 08

Julho será um mês de protesto para os trabalhadores que fazem assistência em terra nos aeroportos, da Groundforce, que iniciam hoje um mês de protesto com greves parciais, manifestações e um dia de paralisação total.
Em causa está o alegado incumprimento do Acordo de Empresa, no que se refere à tabela salarial e da não actualização de carreiras, dos períodos de descanso mínimos e de refeições, bem como da transferência em alguns serviços.
Deste modo, nos dias 7 e 13 e 21 e 27, os trabalhadores farão duas paralisações diárias entre as 11h00 e as 12h00 e as 18h30 e as 19h30.
Nova paralisação acontecerá dia 16 e dia 19 haverá greve geral de 24 horas.
Convocada pelos cinco sindicatos do sector (SITAVA, SIMA, SQAC, SINTAC e STHA) a paralisação geral irá abranger o serviço de assistência a passageiros nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Funchal e Porto Santo.
Os sindicatos esperam um nível de adesão elevado em todas estas iniciativas.

Fonte: Texto da autoria integral do site 'Opção Turismo'

publicado por Alberto Pita às 23:15

11
Jun 08

Os problemas que os bloqueios feitos feitos camionistas grevistas ainda não chegaram à Madeira. Por cá não há problemas de abastecimentos de postos de combustíveis ou de entrega de alimentos frescos nos supermercados, mas o cenário poderá mudar se o problema subsistir no país. É que as reservas no continente começam a faltar, também para abastecer a Madeira.

publicado por Alberto Pita às 22:53

29
Mai 08

O secretário dos Recursos Naturais da Madeira afirmou hoje que a Madeira tem alguma capacidade de exportação nas pescas mas que esta é «insuficiente» para colmatar a falta de peixe devido à paralisação nacional de sexta-feira, que acontecerá devido à escalada de preços dos combustíveis e à posição do Governo da República em não apoiar financeiramente os pescadores.

publicado por Alberto Pita às 22:03

09
Mar 08

O Sindicato dos Professores da Madeira esteve solidário com a manifestação nacional dos professores de ontem, em Lisboa, e enviou uma pequena comitiva, que se juntou aos cerca de 100 mil professores.

publicado por Alberto Pita às 11:20

25
Fev 08
A greve dos trabalhadores dos CTT está a afectar a distribuição de correspondência nas cidades madeirenses do Funchal, Câmara de Lobos e Porto Santo, disse à agência Lusa o director regional da empresa.

Carlos Rodrigues contrariou o valor de 96% de adesão avançado pela estrutura sindical na região, apontando que o índice é de 32,9%.

«Estão em greve 99 pessoas de um efectivo total na Madeira de 301 (254 efectivos e 47 contratados a termo)», adiantou o mesmo responsável.

Carlos Rodrigues garantiu que todas as 28 estações dos CTT existentes no arquipélago estão abertas.

publicado por Alberto Pita às 19:03
tags: ,

25
Jan 08

O Sindicato dos Técnicos de Handling dos Aeroportos (STHA) e o Ministério do Trabalho chegaram hoje a acordo sobre os serviços mínimos garantidos para a greve de 1 a 4 de Fevereiro, disse fonte sindicado.

Em declarações à Lusa, André Teives, do STHA, disse que durante os quatro dias de greve serão garantidas quatro ligações diárias Lisboa-Funchal, duas ligações diárias Lisboa-Ponta Delgada e um voo diário entre Lisboa e a Terceira.

Serão também asseguradas uma ligação diária entre o Funchal e Porto Santo, entre o Porto e o Funchal e entre o Porto e Ponta Delgada.

A greve, que terá início às 00:00 do dia 1 de Fevereiro, será extensível aos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Funchal e Porto Santo, sendo previsível o aumento no tempo de espera da entrega das bagagens, longas filas para o check-in e o cancelamento de voos.

Os trabalhadores da empresa de assistência em terra Groundforce protestam contra a passagem de três serviços da empresa para a tutela da TAP, exigindo a reintegração dos 2.900 trabalhadores da Groundforce na TAP e a anulação da privatização da unidade de negócios de handling, que teve lugar em 2003.

Em resposta, o administrador-delegado da Groundforce, apelou ao "bom senso", afirmando que a paralisação terá um "efeito devastador".

Fonte: Observatório do Algarve

publicado por Alberto Pita às 19:47

26
Out 07

A Transportadora Aérea Portuguesa está a preparar alterações na sua operação de forma a dar resposta aos efeitos da greve dos tripulantes da PGA que tem início no próximo domingo, avançou a companhia aérea nacional em comunicado.

«Embora seja alheia aos motivos que determinaram esta situação, a TAP está a tomar medidas para minorar as consequências desta greve, solicitando, desde já, a melhor compreensão dos seus passageiros com viagens em voos operados pela PGA que possam vir a ser afectados», refere a missiva da transportadora nacional.

O comunicado da empresa declara ainda estarem «em causa alguns voos à partida de Lisboa para o Porto, Funchal, diversos destinos em Espanha e cidades secundárias de França e, à partida do Porto, para alguns destinos de Espanha, França, Holanda, Luxemburgo, Itália, Bélgica e Suíça».

A TAP «está a procurar introduzir alterações na sua operação, com o objectivo de reforçar a capacidade em alguns dos seus voos, por forma a proteger o maior número possível de passageiros afectados», termina o comunicado.

publicado por Alberto Pita às 21:33

pesquisar neste blog
 
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim
subscrever feeds