08
Abr 08

Nos últimos dois dias a Madeira tem sido fustigada por condições meteorológicas adversas, que já provocaram derrocadas, inundações e queda de árvores em quase todos os onze concelhos da Região Autónoma.

Com o aeroporto e a actividade marítima condicionados, os turistas têm sido particularmente afectados pela intensa chuva e forte vento, que, segundo as previsões, deverão manter-se até à próxima quinta-feira.

Apesar dos estragos serem bastante elevados, não há o registo de qualquer ferimento resultante da intempérie.

A ondulação no mar atingiu os sete metros hoje e as rajadas de vento chegaram aos 120 km/hora.

A costa sul da Madeira tem sido particularmente afectada, com especial destaque para o Funchal.

O Diário de Notícias do Funchal revela que «dados do Instituto de Meteorologia indicam que nas últimas 24 horas a Madeira registou quase o triplo dos níveis diários de precipitação dos últimos 30 anos referentes ao mês de Abril».
A média diária habitualmente registada nos meses de Abril é de cerca de 40 litros de água por metro quadrado, mas de ontem para hoje os níveis subiram até aos 111 litros.

publicado por Alberto Pita às 23:57

17
Fev 08

Um voo proveniente de Caracas com destino ao Funchal teve, na manhã deste domingo, de aterrar no aeroporto de Lisboa devido às condições atmosféricas adversas que se faziam sentir no arquipélago da Madeira.

O mau tempo obrigou ainda ao cancelamento da ligação marítima com Porto Santo e ao encerramento de uma ponte devido a uma derrocada.
Fonte: Correio da Manhã

publicado por Alberto Pita às 15:41

08
Fev 08

O arquipélago da Madeira e o distrito de Faro em Portugal continental estão esta sexta-feira sob aviso Amarelo devido ao vento forte e ondulação, segundo o Instituto de Meteorologia.

Segundo a Lusa, o arquipélago da Madeira está sob aviso Amarelo, o segundo de uma escala que vai até quatro, por se prever vento forte e com rajadas que podem ir até aos 80 quilómetros por hora, nas terras altas.
Fonte: Portugal Diário

publicado por Alberto Pita às 14:18

17
Dez 07
O Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros da Madeira (SRPCBM) desaconselha, em comunicado hoje divulgado, os percursos auto e apeados nas zonas montanhosas devido à previsão de fortes ventos com rajadas que poderão atingir os 100 quilómetros/horários.

«De acordo com informação do Instituto de Meteorologia - diz o comunicado - prevê-se, a partir das 20.00 horas de hoje e até ao início da noite de amanhã (terça-feira), vento que soprará moderado a forte e, nas zonas montanhosas, forte a muito forte, com rajadas que poderão atingir os 100 quilómetros/horários».

«Igualmente, a partir das 22.00 horas até às 06:00 horas de amanhã, prevê-se precipitação por vezes forte e ocorrências de trovada», adianta ainda o comunicado.

O SRPCBM recomenda, por isso, a «tomada das necessárias e habituais medidas de precaução e, particularmente, desaconselha os percursos auto e apeados, sobretudo nas zonas montanhosas e vertentes expostas».

Estas condições atmosféricas não se fazem, contudo, ainda sentir na Região.

Fonte: Diário Digital / Lusa

publicado por Alberto Pita às 22:03

26
Nov 07

O PS-Madeira requereu hoje a constituição de uma comissão parlamentar de inquérito para apurar responsabilidades no desastre ocorrido na passada quinta-feira no Funchal, onde uma derrocada de pedras provocou a morte a dois trabalhadores.

«A culpa não pode morrer solteira, não é da natureza, houve de facto negligência, existiu incumprimento da lei, há aqui entidades que infringiram e não cumpriram a lei, e como tal têm de ser responsabilizadas», afirmou o líder parlamentar dos socialistas madeirenses, Vítor Freitas.

Fonte: Jornal Público

publicado por Alberto Pita às 22:30

24
Nov 07

O Serviço Regional de Protecção Civil e a Capitania do Porto do Funchal emitiram avisos de mau tempo para o arquipélago da Madeira até à manhã de domingo, escreve a Lusa.

Com base nas previsões do Instituto de Meteorologia, a Protecção Civil alertou para os perigos do vento, que vai soprar de forte a muito forte com rajadas que podem atingir os 100 quilómetros horários nas zonas montanhosas.

Por este motivo, o SRPC recomenda a tomada das habituais medidas de precaução, desaconselhando os percursos auto e apeados sobretudo nas montanhas e vertentes expostas.

Por seu turno, a Capitania do Porto do Funchal, tendo em conta as previsões para o mar, com ondulação de 3,5 a quatro metros na costa norte, alertou para a necessidade de as embarcações tomarem as devidas providências.

No Aeroporto Internacional da Madeira as operações de descolagem e aterragem decorrem com normalidade e o «Lobo Marinho», o navio que assegura as ligações regulares entre as ilhas rumou ao Porto Santo.

Fonte: Portugal Diário

publicado por Alberto Pita às 20:50

O presidente do Governo Regional da Madeira recusou ontem entrar na «conversa da carochinha» de encontrar responsáveis para a derrocada que vitimou dois trabalhadores, porque «toda a história do arquipélago foi uma luta do homem com a natureza», informa a agência Lusa.

«A natureza muitas vezes madrasta, quer através do mar ou terra, e nós temos de nos habituar com a natureza. Umas vezes perdemos, outras vezes ganhamos. Todos os meus trinta anos de vida política foram a enfrentar a natureza, mudar fisicamente e infraestruturalmente a Madeira num desafio à própria natureza», afirmou Alberto João Jardim.

publicado por Alberto Pita às 12:33

Mais uma foto dos efeitos da tragédia no parque dos Socorridos, ocorrida na passada quinta-feira.

Esta foi tirada num momento de limpeza dos 'escombros'.

A viatura está irreconhecível.

A foto é do amigo Ricardo Caldeira, a quem agradeço a cedência.

publicado por Alberto Pita às 12:15

23
Nov 07

Seguem-se algumas fotos da derrocada de ontem no parque industrial dos Socorridos.

As fotos foram tiradas através do telemóvel do amigo Celso Gomes, a quem agradeço a cedência.

 

Uma das vítimas mortais ficou presa entre a pedra que se vê ao fundo e o prédio branco

 

É visível o tamanho do pedregulho que matou uma das pessoas. Para retirar o corpo foi necessário partir a pedra que está na imagem, por detrás dos dois indivíduos

 

 

Uma das três dezenas de viaturas apanhadas pela derrocada

 

Trabalho de remoção das pedras começou logo de seguida. As pedras engoliram dois edifícios

publicado por Alberto Pita às 13:03

22
Nov 07

Está confirmada a segunda morte na grande derrocada no Parque Industrial dos Socorridos, ocorrida hoje à tarde, no Funchal.

O incidente vitimou mortalmente duas pessoas que se encontravam nas instalações desta empresa de construção civil (Tâmega) e provocou ainda estragos nos seus estaleiros, oficinas e laboratório. Várias viaturas estacionadas nas proximidades ficaram também danificadas.

Entretanto, o presidente do Serviço Regional de Protecção Civil disse que os trabalhos de remoção dos escombros serão lentos e confirmou que, neste momento, o segundo corpo ainda não foi resgatado pelas dezenas de bombeiros deslocadas para o local.

Luis Neri adiantou ainda haver uma terceira vítima neste acidente, mas esta apenas apresentava alguns ferimentos.

O canal televisivo SIC Notícias acaba de avançar que há o risco de novas derrocadas surgirem no local.

Os técnicos do Laboratório Regional de Engenharia Civil já estiveram a inspeccionar a área.

Refira-se ainda que, segundo a SIC Notícias, há o risco de 30% dos residentes da zona oeste do Funchal ficarem afectados pela falta de água, pois a derrocada danificou uma conduta importante que abastece a cidade.

publicado por Alberto Pita às 19:01

pesquisar neste blog
 
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim