30
Jun 08

O “Carnival Dream”, o maior navio de cruzeiros de sempre da Carnival, entra ao serviço em Setembro do próximo ano com uma série de cruzeiros ao Mediterrâneo, mas sem escalas previstas na Madeira.

Segue depois para uma viagem transatlântica rumo a Nova Iorque onde fará alguns cruzeiros.

Uma viagem de 16 noites com partida a 27 de Outubro de Civitavecchia e com escalas em Barcelona, Palma de Maiorca, Málaga, Las Palmas e Bermudas antes de chegar a Nova Iorque de onde fará alguns cruzeiros.
 

publicado por Alberto Pita às 00:12

05
Mai 08
O porto do Funchal recebe esta sexta-feira o maior e mais inovador navio de cruzeiros do mundo, o "Independence of the Seas", numa escala da viagem inaugural que começou a 30 de Abril.
A embarcação da classe `freedom` da Royal Caribbean tem 339 metros de comprimento, o equivalente a 37 autocarros de dois andares, 3,5 campos de futebol com 100 metros ou cinco aviões Boeing 747, 56 metros de largura, 71 metros de altura e desloca 160 toneladas.

O novo paquete é o terceiro desta classe da `Royal Caribbean International`, que já possui o "Freendom os the Seas" (inaugurado em 2006) e o "Liberty of the Seas" (Abril 2007).

publicado por Alberto Pita às 22:25

03
Abr 08

O Tribunal Judicial do Funchal permitiu, hoje, que o navio Van Gogh zarpasse do Porto do Funchal depois de ter ficado arrestado as últimas 48 horas, por ordem da Autoridade Marítima Portuguesa, devido a dívidas a várias empresas de fora da Região por parte do operador do navio.

Este navio de cruzeiros, que proveio de Mindelo, Cabo Verde, e tem como destino final o porto de Falmouth, na Inglaterra, trouxe  a bordo 650 pessoas, sendo 430 passageiros e 220 tripulantes.

publicado por Alberto Pita às 21:50

31
Mar 08

Abril é dos melhores meses em termos de escalas de navios de cruzeiro no Porto do Funchal, com a previsão de 47 escalas.

A contribuir para este número está o facto de esta ser uma época em que os paquetes passam pela Madeira nas viagens transatlânticas da América para a Europa, onde no velho continente vão fazer cruzeiros pelo Mediterrâneo e Norte da Europa.
Entre as 47 escalas programadas pela Administração de Portos da Madeira, destaque para as primeiras visitas dos paquetes Noordam, Fram, Emerald Princess, Andrea e Balmoral.
Fontes: Jornal da Madeira e blog 'Cruzeiros na Madeira'

publicado por Alberto Pita às 22:49

05
Dez 07

Dezembro perfila-se como um dos melhores meses do ano em termos de escalas no porto da Madeira, com 44 navios previstos, onde se inclui seis estreias.

São elas o MSC Orchestra, Costa Serena, Delphin Voyager, Norwegian Gem, Star Princess e Queen Victoria, respectivamente, a 1, 3, 5, 6, 13 e 28 de Dezembro.
Destes, quatro foram construídos este ano: o MSC Orchestra, da MSC, o Costa Serena, da Costa, o Norwegian Gem, da NCL e o Queen Victoria, da Cunard.
Já hoje, são três os navios que escalam a Madeira, nomeadamente, o Astoria, o Delphin Voyager e o Black Watch.
Este mês, destaque também para a maior concentração de navios de cruzeiro. Para a passagem de ano na baía do Funchal são esperados 12 paquetes: AIDAdiva, Albatros, Athena, Aurora, Black Watch, Costa Serena, Princess Danae, Saga Rose, Saga Ruby, The World, Thomson Destiny e Van Gogh.
Por outro lado, continua patente ao público no Fórum Madeira, até 3 de Janeiro de 2008, a exposição "A Vida a bordo de um Cruzeiro."
Esta exposição, organizada pelo Clube de Entusiastas de Navios, pretende retratar a vida a bordo destes hotéis flutuantes com átrios imponentes, amplas salas de jantar e de teatro, entre outros espaços, sempre com variadas opções de animação e de entretenimento fazendo parte do imaginário de quem ainda não teve a oportunidade de viajar num cruzeiro de luxo.
Já na sede do Clube, está patente uma outra exposição de fotografias antigas do Porto do Funchal, da colecção Vicentes e de sócios do clube.
Fontes: JM/Presstur/CE

publicado por Alberto Pita às 12:44

25
Nov 07

É um marco histórico. Pela primeira vez, um navio de cruzeiros consegue chegar aos quarenta anos consecutivos a escalar o porto do Funchal. O autor de tamanha proeza é o navio “Black Prince”, da companhia “Fred Olsen”, que ontem realizou a sua 578.ª escala no Funchal.
A embarcação foi engalanada com bandeiras para assinalar esta comemoração especial e o momento não foi esquecido, quer pela JFM, agente da “Fred Olsen” na Madeira, quer pelo Clube de Entusiastas de Navios, que, conjuntamente com o presidente do conselho de administração dos portos da Madeira, promoveram uma visita ao navio.
As três entidades madeirenses fizeram questão de oferecer ao comandante do “Black Prince” placas alusivas a este acontecimento, gesto que foi retribuído por este responsável, que dirige os destinos do navio desde o passado mês de Março, tendo já vindo à Madeira quatro vezes.
Atle Kolve Lopes adiantou que sente orgulho e prazer em estar a comemorar os quarenta anos de escalas na Madeira, que diz ser um dos portos mais importantes para a “Fred Olsen”. Isso mesmo é comprovado com o facto de nos próximos dois meses o navio estar de regresso duas vezes ao Funchal, respectivamente nos dias 7 de Dezembro e 9 de Janeiro.
Entretanto, dada a idade da embarcação, o comandante referiu que ainda não há certezas, mas tudo indica que em 2010 este marco do segmento dos cruzeiros deixará de navegar. «Em Outubro de 2010 vai haver mudanças, mas ainda não está nada confirmado se o barco vai deixar de navegar nesta data», sustentou, adiantando, no entanto, que a “Fred Olsen” está já a preparar o navio “Balmoral”, que irá também escalar o porto do Funchal. «Com certeza que o Funchal fará sempre parte dos planos da “Fred Olsen”», frisou.
Por seu turno, João Welsh, da JFM, destacou o papel fundamental que o “Black Prince” tem desempenhado ao longo destes quarenta anos, sendo, por isso, «um ícone e uma referência» para a Madeira. «É claramente o navio de cruzeiros que mais vezes escalou o porto do Funchal e tem uma história muito interessante», disse, lembrando que a embarcação estreou-se no Funchal em 1967, na altura com a missão de transportar turistas entre Inglaterra, a Madeira e Canárias, bem como de transportar mercadorias, entre as quais vinho Madeira e vimes. Vinte anos depois, em 1987, com a introdução de navios específicos para o transporte de carga entre o norte da Europa e as ilhas do Atlântico, este navio foi transformado e iniciou uma nova época nos cruzeiros, tendo permitido que muitos madeirenses pudessem fazer cruzeiros e trazendo muitos turistas à Madeira, sendo, por isso, um grande veículo de promoção da ilha.

Texto da autoria integral do Jornal da Madeira

publicado por Alberto Pita às 12:48

pesquisar neste blog
 
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim
subscrever feeds