04
Nov 07

A mulher que alegadamente matou a filha de dois anos por envenenamento e que depois tentou suicidar-se ingerindo do mesmo veneno «está aparentemente livre de perigo», disse fonte do Hospital Central do Funchal à Agência Lusa.

«A senhora está clinicamente estável, consciente, já faz respiração espontânea, está aparentemente livre de perigo e deverá ser transferida, hoje ou amanhã, para a Enfermaria de Medicina Interna», adiantou o chefe de equipa do Serviço de Urgência em serviço no Hospital Central do Funchal, Carlos Lélis, à agência noticiosa portuguesa.

Fonte: Agência Lusa

publicado por Alberto Pita às 14:09

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


pesquisar neste blog
 
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

16

19

29


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores

subscrever feeds