15
Dez 07

O jornal Expresso noticia hoje que «diversos locais em Portugal equipados com câmaras de videovigilância viradas para a rua disponibilizam, sem aviso, imagens pela Internet para milhões de pessoas em todo mundo.

O jornal exemplifica com os casos do famoso bar Dromedário, em Sagres, a esplanada Lazulibar, na Praia da Luz, ou o Parque de Santa Catarina, no centro do Funchal.

Questionada pelo semanário sobre estes casos, a Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD), entidade que controla a crescente actividade de videovigilância em Portugal, «garantiu que são ilegais e que já abriu os procedimentos necessários para os travar, pois estão em causa direitos de imagem e de privacidade».

Segundo a edição online do jornal, «não há dados oficiais sobre o número de câmaras a funcionar legalmente em Portugal para fins de videovigilância».

Mas o crescimento dos pedidos de autorização nos últimos anos é esclarecedor: «há cada vez mais câmaras a controlar-nos os passos», adverte a mesma fonte.

Fontes: Jornal Expresso e Dinheiro Digital

publicado por Alberto Pita às 20:00

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


pesquisar neste blog
 
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12

19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores

subscrever feeds