18
Jan 08

O Supremo Tribunal Administrativo (STA) acaba de desferir uma estocada decisiva no processo que opõe as Finanças à Região Autónoma da Madeira, recusando um último recurso apresentado pelo Ministério e mantendo intactas todas as transferências orçamentais para o Arquipélago.

Em causa está uma providência cautelar interposta por Alberto João Jardim depois de Teixeira dos Santos ter mandado suspender as transferências orçamentais para a Madeira, alegando a existência de um endividamento excessivo e não autorizado por parte da Região.

Fonte: Texto da autoria integral do Jornal de Negócios

publicado por Alberto Pita às 18:57

pesquisar neste blog
 
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
17

21

27


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores