29
Jan 08

A repetição de um julgamento ocorrido há cinco anos, envolvendo dezoito arguidos acusados de fazerem parte de uma alegada rede de tráfico de droga, aconteceu hoje na Vara Mista do Funchal, depois de um adiamento.

Sem poder contar com as escutas telefónicas, anuladas pelo Tribunal Constitucional, por não terem sido validadas em tempo razoável, o Ministério Público limitou-se a pedir a condenação de apenas um arguido, por ter sido na casa dele que a Polícia Judiciária encontrou 800 gramas de heroína.

Sobre os restantes, nomeadamente os onze condenados no primeiro julgamento, o MP não pediu qualquer punição.

A leitura do acórdão está agendada para meados do próximo mês.

 

publicado por Alberto Pita às 21:39

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


pesquisar neste blog
 
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
17

21

27


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores

subscrever feeds