13
Abr 08

O Presidente da República inicia esta segunda-feira uma visita de seis dias à Madeira, cumprindo um programa que exclui uma sessão solene na Assembleia Legislativa.

Alberto João Jardim considera que Cavaco Silva evita, assim, “um bando de loucos”.

Cavaco Silva desloca-se esta semana à Madeira naquela que é a sua primeira visita oficial a esta Região Autónoma.
Até ao próximo sábado, o Presidente da República repartirá a sua agenda por todos os concelhos da Madeira.
Entre os muitos actos oficiais a cumprir pelo Chefe de Estado está previsto um jantar no Parlamento madeirense. Porém, não haverá qualquer sessão solene, uma decisão que os partidos da oposição na Região Autónoma dizem coarctar a possibilidade de expressar, em tribuna parlamentar, os seus pontos de vista face à situação política.
Já Alberto João Jardim prefere fazer uso da ironia para aplaudir a decisão de excluir a sessão solene da agenda de Cavaco.
Referindo-se à oposição, o presidente do Governo Regional considerou que a cerimónia no Parlamento daria uma imagem negativa da Madeira, ao «mostrar o bando de loucos que está dentro da Assembleia Legislativa».
publicado por Alberto Pita às 19:31

pesquisar neste blog
 
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

15
18
19


30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores