27
Abr 08

Na guerra pela liderança do PSD, Alberto João Jardim apelou à revolta contra todas as candidaturas já existentes para a presidência do PSD, a que chamou de «saco de gatos».

O líder madeirense admite que tem as portas abertas a uma candidatura e espera o apoio das bases.

Alberto João Jardim deu mais uma prova de que ainda pode entrar na corrida para a liderança do partido. O presidente do PSD/Madeira vai mais longe e deixa bem claro que Santana Lopes não merece apoio.

De acordo com informações recolhidas pela TVI, Alberto João Jardim esperava que Santana lhe devolvesse apoio no Conselho Nacional e não gostou que o deputado aproveitasse a reunião para manifestar disponibilidade para ser candidato.

Em entrevista à SIC Notícias, Santana Lopes já disse que só decidiu candidatar-se depois de ouvir Luís Filipe Menezes e Alberto João Jardim.

Depois de Pedro Santana Lopes ter anunciado a candidatura na quinta-feira, Alberto João Jardim continuou os contactos com estruturas do partido e terá mesmo, este sábado, um encontro com o presidente da distrital do Porto que vai à Madeira.

Marco António Costa, vice-presidente de Menezes em Gaia, já disse que não apoia Santana e espera por uma decisão definitiva do líder madeirense, ao mesmo tempo que vai abrindo portas para Pedro Passos Coelho, o candidato que deverá merecer o apoio no caso do líder da Madeira não avançar.

Fonte: Texto de autoria parcial da TVI

publicado por Alberto Pita às 15:28

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


pesquisar neste blog
 
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

15
18
19


30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores

subscrever feeds