30
Mai 08

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Albuquerque, defendeu hoje que as investigações a pessoas individuais ou colectivas devem ser céleres, considerando que "a pior coisa que pode acontecer é alguém estar sob suspeição".

O autarca funchalense pronunciava-se sobre uma "visita" que inspectores da Polícia Judiciária (PJ) efectuaram no início desta semana ao município da capital da Madeira, alegadamente na sequência das denúncias de corrupção que o PS-M apresentou na Procuradoria-Geral da República.

Fonte: Agência Lusa

publicado por Alberto Pita às 20:59

pesquisar neste blog
 
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
14


27


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores