30
Mai 08

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Albuquerque, defendeu hoje que as investigações a pessoas individuais ou colectivas devem ser céleres, considerando que "a pior coisa que pode acontecer é alguém estar sob suspeição".

O autarca funchalense pronunciava-se sobre uma "visita" que inspectores da Polícia Judiciária (PJ) efectuaram no início desta semana ao município da capital da Madeira, alegadamente na sequência das denúncias de corrupção que o PS-M apresentou na Procuradoria-Geral da República.

Fonte: Agência Lusa

publicado por Alberto Pita às 20:59

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


pesquisar neste blog
 
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
14


27


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores

subscrever feeds