07
Ago 07

O presidente do Governo Regional da Madeira vai recusar-se a aplicar mais uma lei aprovada pelo Governo de José Sócrates, refere o jornal Público, na sua edição online.

O mesmo matutino cita o  "Jornal de Notícias" de hoje para afirmar que «Jardim rejeita a fusão das carreiras da função pública por considerar que existem profissões específicas no arquipélago».

A reforma do sistema de carreiras da Administração Pública deverá entrar em vigor em Janeiro do próximo ano e o diploma prevê a fusão de 1.473 carreiras em apenas três, «mas, segundo o JN, João Jardim vai avançar com o argumento de que há profissões na Madeira que não existem no resto do país», prossegue o Público online.
Este jornal cita também o DN-Funchal para dizer que «a Região já tem um parecer técnico sobre a reforma dos vários ministérios, que tem de ser operacionalizada até ao fim deste mês».

O documento, revela o DN-Fx, é «muito crítico e céptico em relação à metodologia a seguir» e refere a recusa da Madeira em aplicar à letra a reforma do sistema de carreiras.

publicado por Alberto Pita às 18:56

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


pesquisar neste blog
 
Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10



26


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores

subscrever feeds