06
Jul 08

Alberto João Jardim garantiu que este será o seu último mandato à frente dos destinos da Madeira e já poucos duvidam que, desta vez, o líder madeirense falte à palavra. Mas, entretanto, surgiu um outro cenário.
A hipótese de abandonar a presidência do Governo Regional antes das eleições regionais de 2011 encontra-se de facto em cima da mesa. O mesmo acontece com a possibilidade de em 2010 poder assumir, pela primeira vez, o seu mandato na Assembleia da República, numa altura em que a revisão constitucional estará na ordem do dia. Essa passagem por São Bento serviria para testar o sucessor.
Guilherme Silva, deputado do PSD/Madeira na Assembleia da República (AR), não se surpreende. Mas sublinha: «É uma decisão que terá de partir dele e não sei se a tomará! Ele nunca o fez. Alberto João Jardim já disse que mantinha a mesma lista de deputados para 2009 [que o líder madeirense encabeça]. Portanto, da nossa parte, se tal vier a acontecer, será um reforço importantíssimo para todos nós.»

Mas antes das grandes opções políticas há que esperar pelos resultados das eleições legislativas nacionais.

Jardim esteve quase a candidatar-se à liderança do partido e não tenciona perdoar derrotas. Até lá, suspendem-se as divergências.
Fonte: Texto da autoria integral do Diário de Notícias de Lisboa

publicado por Alberto Pita às 21:20

pesquisar neste blog
 
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13

21

27
29


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores