21
Ago 07

O presidente do Governo Regional da Madeira afirmou hoje que as comemorações dos 500 anos da elevação do Funchal a cidade acontecem no momento da "maior agressão feita ao povo madeirense após o 25 de Abril".

Alberto João Jardim falava na sessão solene que assinala o 499/o aniversário do Funchal, tendo para o efeito interrompido pela segunda vez as férias no Porto Santo.

Esta foi a primeira vez que o chefe do governo madeirense esteve numa cerimónia com o presidente do município, Miguel Albuquerque, depois da polémica em torno do relatório da auditoria efectuada à autarquia funchalense, que detectou várias irregularidades, designadamente violações ao Plano Director Municipal.

Jardim começou por tecer largos elogios a Miguel Albuquerque, agradecendo o trabalho desenvolvido, "o impulso marcante que deu à vida do concelho, "a amizade, lealdade e fontalidade que sempre teve no percurso político" pelos dois trilhado.

Fonte: Agência Lusa

publicado por Alberto Pita às 14:17

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


pesquisar neste blog
 
Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10



26


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores

subscrever feeds