14
Out 07

«Só me admira que não tenham fechado a Madeira». O desabafo é de Alberto João Jardim a propósito do Orçamento de Estado para 2008, apresentado ontem, que prevê um corte de nove milhões de euros para a Madeira.

No próximo ano os Açores vão receber 337,4 milhões de euros do Orçamento do Estado, mais um milhão de euros do que no corrente ano. Já para a Região Autónoma da Madeira estão reservados 208,47 milhões de euros.

publicado por Alberto Pita às 23:43

2 comentários:
Meu caro amigo, o arqipélago da madeira só tem 2 ilhas habitadas. Os Açores são 9 e distanciadas umas das outras. Então acha que a dotação deveria ser igual aos dois arquipélagos? Gostava de ver a sua opinião.Um abraço João Sousa
Jsousa41@gmail.com a 16 de Outubro de 2007 às 22:06

Caro amigo João Sousa,

Apesar de serem ambos arquipélagos, as realidades são muito distintas entre a Madeira e os Açores.
Eu, infelizmente, conheço mal os Açores - apenas estive um fim-de-semana na Ilha de São Miguel - mas ainda assim gostei muito mesmo do que vi.
Quanto às transferências financeiras, bem amigo, a verdade é que os Açores sempre tiveram mais do que a Madeira. Mas essa circunstância nunca me causou qualquer incómodo.
Agora, também acho que o Governo da República tem de reflectir um pouco mais em relação ao caso específico da Madeira.
É que repare no seguinte: a Madeira nos próximos sete anos sofre cortes dos dois lados. Da União Europeia, por ter saído de região objectivo 1 - e são centenas de milhões de euros - e do Estado português.
Note ainda que o Algarve, outra região portuguesa que saiu de objectivo 1, viu ser contemplada uma verba de compensação pelas perdas de Bruxelas. À Madeira está a acontecer o contrário - não só não há compensação, como até cortam no que já tínhamos direito. Direito sim, insisto, porque o Estatuto Político Administrativo madeirense diz que as transferências de um ano nunca podem ser inferiores às do ano seguinte - penso que no caso açoriano também.
Mas pronto, estas são matérias mais para os políticos e tribunais... eheheheh
Mas gostaria de esclarecer que não tenho nada contra as verbas que são canalizadas para os Açores. O que me faz impressão (para não dizer outro nome...) é ver os cortes que a Madeira está a ter, com prejuízo para 250 mil habitantes, que são madeirenses e gostam tanto de ser portugueses como os que vivem em trás-os-montes, alentejo, lisboa, porto ou na ilha terceira.
Quero ainda deixar claro que se este governo tivesse outra cor política, manteria o dito anteriormente. Não é, portanto, uma questão de partido, mas de comportamento, atitude.
Se me permite, e não me querendo alongar muito no comentário, entendo também que os madeirenses deveriam aproximar-se mais dos açorianos e vice-versa. Acho que ambos poderíamos ganhar muito com mais e melhores relações bilaterais, e veja que não estou apenas a falar no campo político, mas sim nas mais diversas áreas. Tenho às vezes a impressão de que estamos mais preocupados com o que se passa no outro lado do mundo do que com o que acontece aos nossos vizinhos, o que é, em meu entender, mau.
Um abraço,
AP
Alberto Pita a 17 de Outubro de 2007 às 01:58

pesquisar neste blog
 
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


27



mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores